Correio dos Campos

Advogado alega que Francielle bateu a cabeça no chão; polícia diz que ex-namorado confessou as agressões

6 de novembro de 2019 às 07:00
Polícia Civil segue com as investigações

REDAÇÃO/Correio dos Campos – Durante a tarde de ontem (05), o principal suspeito de agredir Francielle Gonçalves, de 22 anos, se apresentou na Delegacia da Mulher em Ponta Grossa.

João Carlos dos Santos, de 30 anos, prestou depoimento sobre a situação de agressão que levou a vítima para o hospital e que está em estado grave. De acordo com a delegada Claudia Kruger, durante entrevista para um canal de TV, o homem confessou as agressões e disse que foi motivado por Francielle estar em um novo relacionamento amoroso.

Já o advogado de João, durante a entrevista, disse que o rapaz não a agrediu, apenas a empurrou e com isso ela teria caído no chão e batido com a cabeça.

Ainda sobre a suspeita de que João teria jogado gasolina em Francielle, o advogado do homem também negou esse fato.

A jovem continua internada em estado grave no Hospital Universitário Regional desde domingo, após sofrer um AVC pós-traumático.