Correio dos Campos

Neste Dia do Gari, entenda como funciona o trabalho e dia a dia destes profissionais

Dia 16 de maio é comemorado o Dia do Gari, profissional responsável pela limpeza urbana e cuidados com nossa cidade
16 de Maio de 2020 às 10:00
(Divulgação)

COM ASSESSORIAS – Neste sábado (16), é comemorado o Dia do Gari. Entre as principais atividades desse profissional, estão a varrição de ruas, manutenção de áreas verdes e a coleta de resíduos – eles podem atuar de diversas formas, cuidando da limpeza da cidade. Em nossa cidade, a PGA – Ponta Grossa Ambiental, empresa responsável por prestar estes serviços para a comunidade, em comemoração ao Dia do Gari, trouxe algumas informações sobre o dia a dia dessas pessoas.

As equipes de varrição de Ponta Grossa realizam a limpeza de mais de 50 quilômetros diariamente. Elas atuam nas principais ruas e avenidas de Ponta Grossa mantendo-as sempre muito bem limpas, com equipamentos para varrição e remoção de pequenos arbustos. As chamadas Equipes Padrão cuidam especificamente da manutenção de praças e áreas verdes na cidade, fazendo principalmente roçada e jardinagem nestes locais.

Já os coletores de resíduos orgânicos e recicláveis realizam a coleta em mais de 95.000 pontos de geração de resíduos a cada dois dias, e coletam cerca de 290 toneladas de resíduos diariamente, trabalhando com mais de 20 veículos.

Caroline Borsato, Diretora de SGI da empresa, explica sobre a colaboração dos munícipes com os garis: “O trabalho dos garis também pode oferecer riscos, por conta do peso das sacolas, de objetos perfurocortantes e até mesmo de mordida de cães”, explica. Para ajudá-los, a população pode seguir algumas orientações como:

– Separar o lixo em sacos com no máximo 15kg cada;
– Embalar objetos perfurocortantes em caixas ou garrafas pet, e sinalizar;
– Manter os animais de estimação presos em dias de coleta;
– Colocar o cesto de lixo entre 1,0 e 1,2m de altura.

Por fim, Richard Chrismann Paes de Oliveira, gari da PGA há 03 anos, conta que diariamente muitas pessoas demonstram carinho e admiração. “Todos os dias pessoas nos oferecem água ou café, perguntam como está o trabalho, e as crianças ficam nos esperando para mandar acenos. Sem dúvidas, o trabalho fica mais leve e feliz”, afirma.