Correio dos Campos

Castramóvel passa a atender região do Costa Rica a partir de hoje (21)

Famílias assistidas na UBS Santo Domingo Zampiere e que estejam interessadas em castrar seus animais, poderão realizar o cadastro e passar por avaliação socioeconômica para garantir o procedimento.
21 de Maio de 2018 às 13:49

IMPRENSA/Ponta Grossa – Os moradores da região do Costa Rica e que são atendidos na Unidade Básica de Saúde Santo Domingo Zampiere podem cadastrar seus animais gratuitamente no Castramóvel, projeto da Prefeitura de Ponta Grossa. A UBS terá um técnico administrativo fazendo os cadastros das famílias, durante a semana toda.

A castração será feita para famílias de baixa renda. Por isso, os interessados no procedimento, passam por uma avaliação socioeconômica com as Agentes Comunitárias de Saúde (ACS). Para o cadastro será necessário levar alguns documentos como: benefício da Prolar, Luz Fraterna, Isenção de IPTU ou Bolsa Família, RG e CPF.

Após o cadastro, a equipe do Castramóvel entrará em contato com as famílias para agendar o dia e horário da castração. Cada família poderá castrar um animal, gato ou cachorro. Durante o período de castração, o Castramóvel estará no Centro de Referência de Animais em Risco (CRAR), próximo a Universidade Tecnológica do Paraná (UFPR).

O Castramóvel está em atividade desde junho de 2015, percorrendo bairros da cidade como forma de facilitar a castração de cães e gatos, promovendo o cuidado responsável dos animais de estimação. Desde o lançamento, cerca de 500 animais, entre cães e gatos, já foram castrados nas regiões do Jardim Paraíso, Santa Paula e Uvaranas.

“O programa tem por objetivo reduzir a população de animais em situação de rua. Além de facilitar o processo de esterilização dos animais, o castramóvel, contribui para o processo educativo. Os tutores dos animais são educados em relação à posse responsável”, comenta o médico veterinário, Critovão Camara.

A cirurgia é feita em uma unidade móvel, com profissionais capacitados, e dura cerca de uma hora, entre anestesia, procedimento cirúrgico e recuperação. Outras informações podem ser obtidas através do telefone 3226-8566, no Departamento de Zoonoses.