Correio dos Campos

Gestantes cadastradas no Bolsa Família podem retirar repelentes gratuitamente em Unidade Básicas de Saúde

30 de outubro de 2017 às 19:07

Gestantes de Ponta Grossa vinculadas ao Programa Bolsa Família (PBF) tem direito a dois frascos de repelente por mês. As interessadas devem fazer a retirada na própria Unidade Básica de Saúde (UBS), precisando apenas apresentar o cartão do Programa. Este é um benefício do Ministério da Saúde que compõem a agenda de ações de combate ao Aedes e a prevenção da microcefalia causada pelo Zica vírus.

A Secretaria Municipal de Saúde tem cerca de seis mil frascos em estoque, todos para distribuição, porém a procura não está sendo suficiente por parte das gestantes. Em Ponta Grossa, segundo o Ministério da Saúde cerca de 400 gestantes podem fazer a retirada gratuitamente. “A retirada é muito fácil, com distribuição em todas as 50 UBS, cada gestante deve buscar na sua unidade de referência. Se a mulher já é cadastrada no PBF e ficou grávida, já pode retirar os repelentes”, explica a enfermeira da Atenção Primária, Adriana Alves.

A utilização do repelente durante toda a gestação previne doenças causadas pelo Aedes, incluindo a febre por Zica Vírus que pode causar a microcefalia no feto. “Trata-se de uma malformação congênita, em que o cérebro não se desenvolve de maneira adequada. Neste caso, os bebês nascem com perímetro cefálico menor que o normal, que habitualmente é igual ou superior a 32 cm”, ressalta Adriana.

Recomendação às Gestantes

• Fazer acompanhamento com consultas de pré-natal, realizando todos os exames recomendados pelo seu médico;
• Não consumir bebida alcoólica ou qualquer tipo de droga;
• Não utilizar medicamentos, principalmente controlados (antidepressivos, anticonvulsivantes e ansiolíticos) sem a orientação médica;
• Evitar contatos com pessoas com febre, rash cutâneo ou infecções;
• Se houver qualquer alteração no estado de saúde da mulher, principalmente até o 4º mês de gestação, comunique o fato ao profissional de saúde para as devidas providências no acompanhamento da gestação;
• Adotar medidas que possam reduzir a presença de mosquitos transmissores de doenças (Aedes aegypti), eliminando os criadouros (retirada de recipientes que tenham água parada e cobertura adequada de locais de armazenamento de água);
• Adotar medidas de proteção contra mosquitos com manutenção de portas e janelas fechadas ou utilizar redes de proteção, usar calça comprida e camisa de manga longa e utilizar repelentes indicados para gestantes (ex. Icaridina exposis, DEET adulto 15% e IR3535).