Correio dos Campos

Depois de 15 BOs, homem é condenado a prisão por violência doméstica

21 de Maio de 2020 às 09:05
Foto: Reprodução/internet

Depois de 15 boletins de ocorrência registrados, uma mulher vitima de violência doméstica e relacionamento abusivo teve a Justiça feita. Helton de Menezes Chyla, o ex-companheiro, foi condenado a três anos de prisão em regime semiaberto. Os dois moram em Curitiba e o homem já teria tentado até matar a mulher, segundo a própria vítima.

A situação toda começou em 2017, quando a mulher, depois de cansar do que vivia, acabou o relacionamento. Pelos relatos da vítima, Helton teria começado a ficar agressivo e mudar o comportamento já aos quatro meses de relação.

No dia 4 de dezembro do ano passado, Helton foi registrado pelas câmeras de segurança do prédio onde a ex-mulher mora. Ele invadiu o prédio e, segundo a vítima, queria matá-la. Na época, seis dias depois ele foi preso e ficou 45 dias detido.

A sentença, que saiu nesta terça-feira (19) é de 3 anos e 10 meses no regime semiaberto. Helton foi condenado ainda a pagar um salário mínimo como indenização à vítima. Mesmo com a decisão judicial, cabe recurso.

Veja a reportagem completa sobre a condenação

À RIC Record TV Curitiba, a vítima disse que se sentiu aliviada com a decisão da Justiça. “Me senti coberta pela Justiça. Nós mulheres que passamos por uma relação abusiva temos que denunciar. Não denunciei muitas vezes por vergonha, medo, chantagem. Mas temos que denunciar porque a Justiça acontece“, disse ela.

Fonte: RicMais