Correio dos Campos

R$ 600 mil são destinados para a conservação da biodiversidade do Paraná

Até o dia 31 de agosto, edital das fundações Grupo Boticário e Araucária recebe propostas de iniciativas para proteger a natureza paranaense
26 de agosto de 2019 às 11:38
Um dos projetos já apoiados pelo edital executou atividades propostas pelos Planos de Ação Nacional e Estadual para a conservação do muriqui-do-sul. (Robson Hack)

COM ASSESSORIAS – Esta é a última semana de inscrições para o 8º Edital Biodiversidade do Paraná, que oferece apoio financeiro a projetos voltados à conservação da natureza em território paranaense. Somadas, as propostas selecionadas receberão investimento de R$ 600 mil, vindos da parceria entre Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza e Fundação Araucária. As inscrições seguem até 31 de agosto e podem ser feitas nos sites das fundações.

As iniciativas devem contemplar ao menos uma das quatro temáticas do edital. Uma das linhas prevê a criação ou ampliação de unidades de conservação em áreas continentais ou marinhas, tendo vantagem aquelas que se tornem modelo pela sua gestão, pelo uso público, pela contribuição à pesquisa e que também ofereçam benefícios para a comunidade local.

Outros caminhos para as propostas são contribuir com a conservação de espécies nativas ameaçadas ou com a proteção de ecossistemas costeiros e marinhos, afetados pela sobrepesca, turismo predatório e exploração inadequada de recursos naturais. As instituições que mantêm o edital também esperam atrair projetos inovadores e que façam uso de novas tecnologias para o monitoramento da biodiversidade e conservação de espécies e ecossistemas.

Ao todo, 52 projetos já foram beneficiados pelo edital. “Esta é uma iniciativa que firma um compromisso com a conservação da biodiversidade paranaense. O Paraná abriga grande parte do remanescente de Mata Atlântica mais preservado do País. Esse é um exemplo do que precisamos proteger para que a sociedade compreenda que o patrimônio natural bem conservado está diretamente conectado com o desenvolvimento econômico e o bem-estar da população”, afirma o coordenador de Ciência e Conservação da Fundação Grupo Boticário, Robson Capretz.

Dúvidas sobre o edital podem ser encaminhadas por e-mail para [email protected]