Correio dos Campos

Cooperado Frísia é o terceiro mais produtivo em concurso nacional da Syngenta

6 de setembro de 2017 às 17:53

O cooperado da Frísia, Fabiano Luiz Perreto, conquistou o terceiro lugar em produtividade no PIN, projeto da multinacional Syngenta no Brasil. Perreto foi também o mais produtivo da cooperativa, com 244,8 sacas de milho por hectare ou 14.690 quilos. Como prêmio, Perreto e seu agrônomo ganharam uma viagem à Alemanha.

Marcelo Nogueira, engenheiro agrônomo da Frísia do entreposto de Imbituva, responsável pela assistência técnica ao cooperado, afirma que essa produtividade mostra o nível de tecnologia e o trabalho de manejo que foi realizado na propriedade. “Isso mostra também o trabalho em assistência técnica de qualidade aos cooperados”.

O projeto PIN (Produtividade Integrada) está no terceiro ano e é um grande incentivador para os produtores ampliarem suas capacidades. O programa visa aumentar a produtividade com a utilização do sistema de Soluções Integradas Syngenta, trabalhando os pilares de difusão de tecnologias, relacionamento e serviço. No caso dos cooperados Frísia, o PIN garante ainda maior rentabilidade e satisfação.

Segundo o representante comercial da Syngenta, Eder Vriesman, o objetivo do projeto é alavancar a produtividade com as sementes e o portfólio químico da Syngenta.

A propriedade de Perreto, a Fazenda Boa Vista, está localizada em Prudentópolis e teve o manejo com base na população correta do híbrido para o solo (fertilidade), assim como adubação para máxima produtividade.